Cookies de Terceiros: o planejado bloqueio

Última atualização: 17 de abril de 2024
Tempo de leitura: 6 min

Os cookies de terceiros têm sido uma pedra no sapato para a privacidade dos usuários da internet há anos. O que começou como uma ferramenta aparentemente inofensiva para rastrear preferências e melhorar a experiência do usuário rapidamente se transformou em um instrumento controverso, muitas vezes utilizado para coletar dados sensíveis e monitorar o comportamento online dos usuários. Com o aumento da conscientização sobre privacidade e segurança digital, os navegadores modernos estão planejando bloquear esses cookies de terceiros. Mas por que essa mudança? Os cookies realmente representam um problema? E qual é a relação entre eles e a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados)?

Entendendo os Cookies de Terceiros

Antes de mergulharmos nos motivos por trás do bloqueio planejado dos cookies de terceiros, é crucial entender o que são e como funcionam esses pequenos arquivos de texto. Os cookies de terceiros são criados por sites diferentes do que o usuário está visitando no momento. Eles são comumente usados por empresas de publicidade e análise para rastrear o comportamento dos usuários em toda a web e, assim, oferecer anúncios direcionados e personalizados.

No entanto, essa prática levanta sérias preocupações com a privacidade. Os cookies de terceiros permitem que entidades desconhecidas coletem uma quantidade impressionante de informações sobre os usuários sem o seu conhecimento ou consentimento explícito. Isso levou à crescente desconfiança em relação a esses mecanismos de rastreamento e à demanda por maior transparência e controle sobre como nossos dados são utilizados online.

Bloqueio Planejado

Os navegadores estão se movendo em direção ao bloqueio dos cookies de terceiros por várias razões fundamentais. Em primeiro lugar, há uma crescente pressão da opinião pública e dos órgãos reguladores para proteger a privacidade dos usuários online. Escândalos envolvendo vazamentos de dados e práticas questionáveis de empresas de tecnologia aumentaram a conscientização sobre a importância da proteção dos dados pessoais.

Além disso, os cookies de terceiros também são frequentemente utilizados para rastrear os usuários de forma invasiva, violando sua privacidade e autonomia online. O bloqueio desses cookies é visto como uma medida proativa para mitigar essas preocupações e restaurar um certo nível de confiança na internet como um espaço seguro e privado para todos os usuários.

Cookies de Terceiros e LGPD: Uma Conexão Importante

A relação entre os cookies de terceiros e a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) é evidente. A LGPD é uma legislação brasileira que estabelece regras claras sobre a coleta, armazenamento, processamento e compartilhamento de dados pessoais. Ela busca proteger os direitos dos cidadãos em relação à sua privacidade e garantir que suas informações sejam tratadas de forma ética e transparente.

Nesse contexto, os cookies de terceiros representam um desafio significativo para a conformidade com a LGPD. Eles frequentemente coletam dados sensíveis dos usuários sem seu consentimento explícito e os utilizam para fins que podem violar as disposições da lei. Portanto, o bloqueio planejado desses cookies não só está alinhado com os princípios da privacidade online, mas também pode ajudar as empresas a se manterem em conformidade com a LGPD e outras regulamentações similares em todo o mundo.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O bloqueio planejado dos cookies de terceiros pelos navegadores é uma medida significativa para proteger a privacidade e a segurança dos usuários online. Esses pequenos arquivos de texto, apesar de sua utilidade aparente, se tornaram uma fonte de preocupação devido ao seu potencial para o abuso e a violação da privacidade. Ao adotar uma abordagem mais proativa para controlar o rastreamento e a coleta de dados, os navegadores estão dando um passo na direção certa para criar um ambiente online mais seguro, transparente e respeitoso com a privacidade dos usuários. Por outra vira, a conexão entre cookies de terceiros e regulamentações como a LGPD destaca a importância de considerar as implicações legais e éticas das práticas de coleta de dados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é box360-logo.webp

Conheça o BOX360º – Uma nova experiência em análise de dados

Leia mais:

O Poder das Restrições

Compartilhe:

Jéssica Dias Synthes

Sobre o autor

Coordenadora de Análise de dados na Boxnet. Pós-graduada no curso de especialização em Big Data e Comunicação, bacharela em Comunicação Social - Jornalismo e Tecnóloga em Design Gráfico. Especialista em Comunicação Interna, Marketing Digital e Assessoria de Imprensa.

Posts relacionados
Cookies de Terceiros:...

Nos dias de hoje, a internet é um vasto ecossistema onde informações fluem...

Leia mais >
Employer Branding:...

Em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo e globalizado, as empresas...

Leia mais >

Entre em contato

Descubra como a sua empresa pode ser mais analítica.